Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Roteiro de Sabores

Dicas 48 Doçaria Tradicional II

Doçaria Tradicional II

docaria-tradicional.jpg

No artigo anterior “Doçaria Tradicional I”, falámos de Ameixas D’elvas, Figos Pingo Mel em Calda e Peras Borrachonas. No artigo de Hoje “Doçaria Tradicional II” vamos falar de Marmelada, Queijadas de Sintra e Queijo de Figo.

 

A Marmelada que a Roteiro de Sabores incluí nos seus cabazes de Natal é o resultado de uma receita caseira. Do humilde sabor do marmelo extraem-se surpreendentes paladares. Acompanha bem fruta fresca e queijos firmes, curados, secos e salgados. É ideal para acompanhar queijos, entre estes, destacamos os “nossos” queijo da Serra da Estrela ou o queijo de Nisa.

 

Queijadas de Sintra a sua história e origens perdem-se na época medieval onde servia como forma de pagamento. Sintra possuía excelentes pastagens e excesso de queijo fresco, ingrediente usado para o fabrico deste doce.

 

As Queijadas de Sintra pequenas no tamanho, enormes no sabor, são deliciosas “pequenas” tartes feitas a partir de queijo fresco, açúcar, ovos, farinha e um pouco de canela, envolvidas numa massa crocante e estaladiça.

 

Queijo de Figo ou queijo de Maio, como já foi mais conhecido, dos tempos em que esta especialidade algarvia era consumida no 1º de Maio, tinha como tradição ser presença obrigatória no farnel, dos também tradicionais passeios deste dia feriado.

 

Hoje o Queijo de Figo é confeccionado e consumido em qualquer altura do ano e muito apreciado em toda a região.

 

O figo, esmagado juntamente com amêndoa moída, chocolate, açúcar e condimentos “misteriosos”, permite moldar os deliciosos Queijos de figo. Já os famosos doces em forma de peixes, galinhas ou livros usam, simultaneamente, figo moído e figo inteiro, cortado à tesoura.

 

Os doces do Algarve adoçam a boca, acalmam o espírito e encantam o olhar… tem como principais ingredientes as amêndoas, os figos e as alfarrobas cultivadas por todo o Algarve, os doces algarvios deixam no paladar um leve travo a tentação.

 

Ninguém resiste aos, também tradicionais, Dom Rodrigo, morgados, morgadinhos, figos cheios, figos com amêndoa e chocolate, pastéis de batata-doce de Aljezur e tantos outros doces tradicionais. Um reino de fantasia que relembra a passagem árabe por estas paragens.

 

 Nos Cabazes de Natal “Roteiro de Sabores”, pode encontrar estes e outros produtos.

 

Aproveite a oportunidade para experimentar produtos nacionais de excelente qualidade, venha conhecer-nos em www.roteirodesabores.pt.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D